Cometa Pan-STARRS poderá ser visto a olho nu

A previsão é de que o cometa fique visível até 15 de março. O melhor momento para observar o astro no Brasil é por volta das 19h15, logo após o pôr do sol. O cometa chamado Pan-STARRS, o primeiro a visitar o Sistema Solar este ano, poderá ser observado a olho nu de qualquer ponto da Terra. Na última terça-feira, o cometa atingiu o ponto mais próximo do planeta, passando a 161 milhões de quilômetros.

Astrônomos que observavam o céu do topo do vulcão Haleakala, no Havaí descobriram o cometa em junho de 2011, De acordo com a Nasa, o PAN-STARRS  é oriundo da Nuvem de Oort, um conjunto de corpos celestes feitos de gelo, que se localizaria além das órbitas de Netuno e Plutão. “Trata-se de um novo cometa, jamais observado antes, e passará uma única vez pelo nosso céu antes de ser expulso nas profundidades da galáxia”, afirmou o Observatório de Paris em comunicado.

Cometa

De acordo com Marcelo Bruckmann, técnico do Observatório Astronômico da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), a previsão é de que o cometa fique visível até 15 de março no Brasil. Marcelo explica que o melhor momento para observar o astro é por volta das 19h15, logo após o pôr do sol, mas é difícil visualizá-lo em grandes metrópoles por causa da poluição do ar. No hemisfério Norte, assim como no Sul, o astro aparecerá a oeste, no pôr do sol, entre 8 e 13 de março e deve permanecer visível até o fim do mês.

Viajantes solitários — Os cometas são corpos celestes constituídos por gelo e pó. Eles se formaram durante o nascimento do Sistema Solar, há 4,5 bilhões de anos, e giram em torno do Sol seguindo frequências variáveis. Conforme o cometa se aproxima do Sol, parte do gelo evapora e forma uma camada em torno do núcleo brilhante, denominada coma. O calor também provoca a formação de uma cauda de gás e pó, que pode atingir milhões de quilômetros.

Ainda de acordo com a Nasa, outro cometa poderá ser visto a olho nu este ano, em novembro. O cometa ISON deverá ser tão brilhante quanto a lua cheia, e poderá ser observado sem telescópio mesmo durante o dia.

 

Fonte:  veja.abril.com.br

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s