Classe Chondrichthyes

Os condríctios são peixes que apresentam um esqueleto completamente cartilaginoso (condo = cartilagem; ictio = peixe). A classe é representada por cerca de 800 espécies, dentre tubarões, cações e raias, a maioria marinha. Algumas raias são de água doce, como as perigosas raias-de-fogo da Amazônia, que podem injetar veneno com seu ferrão caudal. As grandes raias-jamantas e as pequenas raias-elétricas são marinhas e também pertencem a esse grupo.

Em geral, os tubarões são carnívoros ativos, com várias adaptações para uma caça eficiente. O corpo é alongado, fusiforme, impelido por forte nadadeira caudal. A boca é ampla, em posição ventral, e suas potentes mandíbulas (ventral) e maxilares (dorsais) têm várias fileiras de dentes pontiagudos, os quais, se forem perdidos, são substituídos por novos, das fileiras mais internas. O tubarão-branco, que pode atingir até 7 m de comprimento, é um exemplo de tubarão carnívoro. Já o gigante tubarão-baleia, o maior dos peixes, com até 15 m de comprimento, é um comedor de plâncton, inofensivo para ser humano.

No exterior do corpo dos condríctios são visíveis de cinco a sete pares de fendas branquiais. A nadadeira caudal é heterocerca, ou seja, com o ramo dorsal maior do que o ventral. Nos machos, as nadadeiras pélvicas (ventrais) se diferenciam em um órgão copulador, o clásper. A pele é resistente e tem textura de lixa, pois é toda recoberta por microscópicas escamas placoides, cada uma com um dentículo pontiagudo saliente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s