Monera

O reino monera abriga exclusivamente organismos unicelulares procariontes. Nesse reino estão agrupados dois tipos distintos de organismos: as eubactérias (ou bactéria) e as arqueobactérias (ou archea). Estes grupos são geneticamente tão diferentes entre si, quanto cada um deles em relação aos eucariontes. Por causa disso, alguns cientistas acreditam ser mais adequado conferir o status de reino a cada um desses grupos de procariontes. Basta notar, poe exemplo, que seu DNA, da mesma forma que nos eucariontes, está associados a uma categoria de proteínas, as histonas.
Não priorizaremos, aqui, o status taxonômico desses organismos. Por conveniência, adotaremos a ideia de um único reino (Monera) subdividido em dois grupos: o das arqueobactérias e o das eubactérias. Os organismos do Reino Monera apresentam uma incrível diversidade, tanto em termos estruturais como filosóficos. Veja alguns exemplos dessa diversidade:
Fonte de energia: alguns moneras utilizam a energia solar; outros, ainda, obtêm energia oxidando substãncias inorgânicas, como sulfetos ou amônia.
Fontes de carbono e nitrogênio: determinadas bactérias obtêm carbono do gás carbônico; outras, do monóxido de carbono; outras, do metano ou, ainda, de algumas moléculas complexas, como açúcar, gorduras e proteínas ou ácidos nucleicos.
Embora todas as bactérias necessitem de água para seu metabolismo, há espécies que suportam sua ausência por longos períodos. Para isso, elas se transformam es esporos – formas de resistência -, que têm um metabolismo extremamente baixo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s