Estrutura

O corpo de um líquen, ou seja, o seu talo, apresenta diversas formas: foliáceos, incrustantes e filamentares ramificados. Nele há, normalmente, quatro camadas bem definidas: córtex superior, com uma trama compacta de hifas; camada gonidial, com predominância de algas verdes ou cianobactérias; medula, com uma rede mais frouxa de hifas; e córtex inferior, semelhante ao superior, mas com algumas hifas rizoides para fixação no substrato.

Embora muito resistentes à dessecação sob sol forte, os linques são muito sensíveis à poluição ambiental. Isso acontece porque eles absorvem com facilidade vapor-d’água e íons em solução e, portanto, mínimos traços de poluentes. Por isso eles são considerados bons indicadores da qualidade do ar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s