Fungo

Os fungos são eucariontes, uni ou pluricelulares, todos heterótrofos.Embora algumas espécies possam ter coloração esverdeada, os fungos não dispõem de clorofila ou de qualquer outro pigmento fotossintetizante. Assim, necessitam de matéria orgânica para sobreviver. Eles obtêm os nutrientes de que necessitam por meio da absorção direta ( quando essas moléculas estão disponíveis no meio em que vivem ) ou secretando enzimas digestivas ao seu redor para quebrar as macromoléculas da matéria orgânica que lhes serve de alimento; posteriormente, os nutrientes resultantes são absorvidos. Em resumo, geralmente realizam a digestão extracelular do alimento e, em seguida, a absorção dos nutrientes.

Eles se desenvolvem com extrema facilidade nos mais diversos ambientes, terrestre e aquáticos, além de estabelecerem diferentes tipos de associações com muitos outros grupos de seres vivos.

Fungo

No ar, os fungos estão presentes sob a forma de esporos microscópicos e de fácil dispersão. Ao caírem sobre substratos orgânicos, como restos de vegetais e colheitas expostos à umidade, corpos de animais mortos, lixo, fezes, secreções eliminadas por plantas e animais, e sobre o próprio solo, esses esporos rapidamente se desenvolvem formando longos filamentos, as hifas, que passam a absorver  as substâncias minerais e orgânicas simples e solúveis do substrato em que se encontram. Não apenas na natureza, mas também no ambiente doméstico há substratos que podem ser aproveitados pelos fungos: sapatos ou roupas em um armário livros em uma biblioteca, alimentos descobertos na cozinha, tintas nas paredes, madeira exposta à umidade, pelos de cães e gatos e até lentes de aparelhos ópticos.

Até o momento citamos a ação dos fungos saprófitos, isto é, aqueles que atacam a matéria orgânica morta, provocando sua decomposição, fenômeno esse realizado junto a várias espécies de bactérias. No entanto, há fungos que possuem outros modos de vida, como os parasitas, que atacam os seres vivos provocando algumas doenças – micoses nos animais e fitomicoses nas plantas.

Já as micorrizas ( mico = fungo; rizo = raiz ) são associações entre fungos e raízes de de várias espécies de plantas. No interior das células radiculares desses vegetais é possível encontrar uma grande quantidade de hifas do fungo associado. Essas relações é do tipo mutualista, pois entre os dois organismos envolvidos ocorre troca de nutrientes, sendo ambos beneficiados. Os orquidários, por exemplo, sabem que, sem as micorrizas, muitas orquídeas não se desenvolveriam bem e, por isso, suas raízes precisam ser propositadamente “contaminadas” por fungos micorrízicos.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s